Casas charmosas de Teresina

É preciso sair da ilha pra ver a ilha.


Quando voltei a morar em Teresina, depois de um ano e meio respirando o urbanismo de uma cidade grande tão surpreendente quanto São Paulo, passei a observar melhor minha cidade natal. Vi o que era qualidade, o que era defeito e o que era único, como as casas charmosas que temos aqui.

E comecei uma série de postagens de casas charmosas que encontrava pelas ruas usando a hastag #casascharmosasdeteresina, postei no instagram @coletivothe, que criei para falar sobre urbanismo, reciclagem e levar informações relevantes a outras pessoas.

Todas as casas tem em comum uma entrada gradeada com jardim e árvores, muro isolando o que é área privativa dos moradores, recuos generosos implantando a casa com mais leveza no terreno.


Entrada com jardim e grades desenhadas especialmente para o projeto com formas geométricas, de mesmo estilo do revestimento em revelo da fachada. Pórtico de entrada, sacadas e o jasmin manga. Foto: Diego Ibiapina, 2018.

Calçadas largas e jardim e árvores na Av. Lindolfo Monteiro. O muro separa o que é espaço privativo dos moradores. Foto: Diego Ibiapina, 2018.

Projeto de Gerson Castelo Branco. É característica do arquiteto autodidata deixar um jardim aberto para a rua e uma área com muro de uso privativo dos moradores. Foto: Gabriella Pádua, 2015.

Hoje a mesma casa foi gradeada depois de muito anos mantendo a proposta original do arquiteto. Mesmo com a intervenção, respeitou a arquitetura e a visibilidade do jardim. Foto: Diego Ibiapina, 2018.

Foto: Gabriella Pádua, 2018.

Abrindo exceção para um edifício comercial. O primeiro escritório de arquitetura de Teresina. MALOCA ARQUITETURA. Arquiteto Antônio Luiz. Foto: Diego Ibiapina, 2018.

Foto: Diego Ibiapina, 2018.

Uma garagem jardim. Foto: Diego Ibiapina, 2018.

Um grande jasmin manga no muro de tijolinhos. Foto: Diego Ibiapina, 2018.

Um charme de casa moderna que toma partido do terreno, dos volumes e ainda relembra os azulejos portugueses em uma releitura. Foto: Diego Ibiapina, 2018.

Fazendo registros para que a transformação do centro da cidade em comércio e estacionamentos não destrua nossa memória e nossa história. Casa moderna. Foto: Gabriella Pádua, 2015.

Mais uma casa charmosa e com história que está a venda. Foto: Diego Ibiapina, 2018.

O cuidado em manter o prédio original e sempre bem cuidado fala muito sobre o povo de uma cidade. Ou pelo menos, fala muito sobre o dono da casa. Foto: Diego Ibiapina, 2018.

Casas com jardim, com o charme das sacadas e a grade que deixa tudo isso a vista, mostrando um pouco a nossa história mesmo que inspirada em uma arquitetura mais clássica. Foto: Diego Ibiapina, 2018.

O que acho mais charmoso nessa casa não é a arquitetura inspirada nos templos gregos, mas de como está inserida no terreno, as grandes na fachada que não escondem o prédio e o jardim. Foto: Diego Ibiapina, 2018.

O revestimento em relevo tão em alta em 2017 já contava história nessa fachada na Rua Pedro Freitas. Foto: Gabriella Pádua, 2015.

A paraqueira de Gerson Castelo Branco com telhados asa delta e jardins abertos integrados com a rua. Foto: Gabriella Pádua, 2015.

Casa Zenon Rocha.

Pequenos e charmosos cercados com muro de arrimo em pedra protegem o jardim de casa no centro de Teresina. Foto: Gabriella Pádua, 2015.

144 visualizações

Desde 2014. Atualizado ©2018 por @raph4el